sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Após um conversa aonde quase nada falei...

Estou enxergando e aprendendo com meus erros quais as decisões devo tomar, mas também estou vendo com os meus erros que nunca devia ter deixado de acreditar em mim... Por esse motivo eu me perdi... Ouvi muitas coisas que não gostei... Falei muita coisa sem pensar... Magoei e fui magoada... Julguei e fui julgada... Mas agora vejo com mais clareza... Não aceito muitas das minhas renuncias... Acho injusto comigo... Quem sabe ser mais egoista... Até tentei mais não consegui... A verdade é  que queria ao menos um vez ter aquilo que desejo (pelo menos hj sei que nunca desejei ou senti errado)... Eu compreendo que AMAR é as vezes abrir mão... Mas essa ainda é uma questão que preciso equilibrar em mim... Mas eu consigo... Eu sou capaz... Vou fazer de tudo para ser uma pessoa melhor... Vejo pessoas próximas insistirem em ficar mergulhado em pensamentos infelizes... Não enxergam o poder que tem um pensamento e uma palavra... Seu efeito tanto pode ser bom quanto mal... É triste usar o nome desses sentimentos tão sublimes quanto é o AMOR e a AMIZADE... Para pousar de coitadinha... Vamos reconhecer nossas fraquezas... Somos seres humanos... Ou seja somos falho... Nem tudo que queremos vamos ter... Por varias razões... Somos responsaveis por absolutamente tudo que nos acontece... É tudo do nosso livre arbitrio... Vamos pensar sempre, de forma positiva, toda vez que um pensamento negativo vier à nossa cabeça, vamos trocar por outro! Para isso, é preciso muita disciplina mental... Sei que não se adquiri isso do dia para a noite; assim como um “atleta”, é preciso muito treino... Não devemos ter medo de nada e de ninguém... O medo é uma das maiores causas de nossas perturbações interiores...Tenha fé em você mesmo... Sentir medo é acreditar que os outros são poderosos... Não dê poder ao próximo... Não se queixe... Quando você reclama, tal qual um imã, você atrai para si toda a carga negativa de suas próprias palavras... A maioria das coisas que acabam dando errado, começa a se materializar quando nos lamentamos... Risque a palavra “culpa” do seu dicionário... Não se permita esta sensação, pois quando nos punimos, abrimos nossa retaguarda para espíritos opressores e agressores, que vibram com nossa melancolia.

DECIDA-SE, VOCÊ MERECE SER FELIZ ! ! !

Lógico que você merece ser feliz !
Um sonho é para ser realizado, e o seu está cada vez mais maduro.
Tenha atitudes positivas: à noite você sonha, de dia realize.
Eleve seu pensamento a Deus diariamente e agradeça tudo que conquistar.

Por favor, não se compare com ninguém.

Entenda de uma vez por todas que você é único.
Lance seu desafio ao Universo e diga:
Agora é a minha vez!

Sua determinação é do tamanho da sua necessidade.

Uma estrada só se vence quando se dá o primeiro passo e sem olhar para a distância.
As boas novas se conquistam com pequenos gestos.

Faça de cada dia, um novo dia de vitória
.
Esqueça o passado, perdoe!
Liberte-se de qualquer amarra que possa te segurar no cais da tristeza.
Insista mais um pouco, dê mais um passo.
Cuide de seus pensamentos e suas palavras.Use tudo com bom senso.
Invista na sua paz, diga não quando precisar.
Dedique alguns minutos para cuidar de você diariamente.
Apaixone-se por tudo o que for fazer.
Compre a idéia. Vista a camisa.

Definitivamente, eu não conheço ninguém mais pronto para prosperar.
E ser feliz, é a escolha que te cabe nesse momento.
Você merece!
Eu acredito em você!
{ Paulo Roberto Gaefke }

Resolução da Alma

Ninguém é dono da sua felicidade,
por isso não entregue sua alegria, sua paz,
sua vida nas mãos de ninguém,
absolutamente ninguém.
Somos livres,
não pertencemos a ninguém e não podemos
querer ser donos dos desejos,
da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja.
Se você anda repetindo muito
“eu preciso tanto de você”
ou, “você é a razão da minha vida”,
cuide-se.
Remova essas palavras e principalmente
a ação dessas palavras da sua vida,
pois fazem muito mal ao seu “eu” interior.
A razão da sua vida é você mesmo.
A tua paz interior é a tua meta de vida,
quando sentires um vazio na alma,
quando acreditares que ainda esta faltando algo,
mesmo tendo tudo,
remete teu pensamento para os teus desejos
mais íntimos e busque a divindade que existe em você.
Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você.
Não coloque objetivos longe demais de suas mãos,
abrace os que estão ao seu alcance hoje.
Se andas desesperado por problemas financeiros,
amorosos ou de relacionamentos familiares,
busca em teu interior a resposta para acalmar-te,
você é reflexo do que pensas diariamente.
Pare de pensar mal de você mesmo,
e seja seu melhor amigo sempre.
Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar.
Então abra um sorriso para aprovar
o mundo que te quer oferecer o melhor.
Com um sorriso no rosto as pessoas terão as
melhores impressões de você,
e você estará afirmando para você mesmo,
que está “pronto”para ser feliz.
Trabalhe, trabalhe muito a seu favor.
Pare de esperar a felicidade sem esforços.
Pare de exigir das pessoas aquilo que nem
você conquistou ainda.
Critique menos, trabalhe mais.
E, não se esqueça nunca de agradecer.
Quando você agradece,
Deus recebe seu coração.
Agradeça tudo que está em sua vida nesse momento,
inclusive a dor .
Nossa compreensão do universo, ainda é muita pequena para julgar o que
quer que seja na nossa vida.
Por fim,
acredite que não estamos sozinhos um instante sequer.
Você pode,
através de uma oração simples e de coração
buscar AQUELE que é maior que quaisquer problemas.
Unir-se a DEUS nos momentos de alegria,
garante uma facilidade maior de contato
nos momentos menos alegres.
- Paulo Roberto Gaefke -

Foi por mim e por vc... Temos que fazer valer a pena...

Anjos de Resgate - Por Amor

Ferido por cravos e espinhos
Chagado por meus pecados
Sou eu lança na mão
O soldado que feriu seu sagrado coração

Despido diante dos olhos da mãe que tanto o amou
Sou eu o beijo que o traiu
Toda a dor que ele sentiu
A cruz que ele carregou

Morreu pregado no madeiro romano
Por mim sofreu a dor de um simples humano
E por amor tomou meus pecados
E me fez digno de ter salvação

Crucificado por minha rejeição
Como uma rosa esmagada ao chão
E por amor tomou meus pecados
E me fez digno de ter salvação

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Felicidade, que sensação é essa?

Dicionário:
Felicidade é qualidade ou estado de feliz; ventura, contentamento.
Feliz é o ser ditoso, afortunado, venturoso. Contente, alegre, satisfeito. Que denota, ou em que há alegria, satisfação, contentamento.
A conquista da felicidade vem no aprendizado diário de viver sabendo aceitar e expressar os desejos e sentimentos, construindo os próprios projetos de vida e empenhando-se para realizá-los.
Um sentimento que expressa de alguma forma, satisfação em ter uma necessidade saciada, um projeto realizado.
Compreender essa sensação, é saber individualizar no universo pessoal, pois o que é motivo de felicidade para uns, pode ser de infelicidade para outros. É um sentimento que pode diferenciar em cada instante tendo significados diferentes.
Depende de cada um, sabendo que só conta consigo mesmo para realizar seus desejos, vontades e projetos. A procura do auto conhecimento ajuda na transformação de desejos em vontade e da vontade em projeto de vida. Aprendendo a ser responsável pelas próprias escolhas, assumindo o sofrimento dos erros e fracassos e o gosto das conquistas e vitórias.
A teoria do psicodrama mostra que desenvolvendo respostas criativas e corajosas no sentido de expressar os seus sentimentos e de realizar a sua vontade própria, ajuda na busca dessa sensação. Construindo-se enquanto indivíduo, realizando e sentindo a felicidade.
Alguns aprenderam a não ter vontade própria. Só sabem realizar a vontade dos outros, projetos pelos outros, não têm suas próprias respostas, mostram-se carentes e inseguros. Só conseguem agir quando tem garantia, segurança e estabilidade do resultado.
Os acomodados, conformam-se com o porto seguro, na falsa certeza de não arriscar, porque a busca do desconhecido, é sempre arriscada e menos estática. E assim, vivem uma felicidade aparente, deixando de buscar e conhecer a sensação da felicidade pela vitória. São derrotados por si mesmo, deixando de assumir novos papeis, conformam-se com a monotonia.
Por não suportar a frustração pela derrota, por um objetivo não alcançado, por um sonho não realizado…, não compete, não tem objetivos, não sonha. Tem ainda aquele que inicia sua meta sendo um faxineiro, mas decide conquistar a presidência. E se consegue alcançar, na sua busca, a vice-presidência, já é motivo de frustração e infelicidade, por não ter chegado ao ponto mais alto.
Os invejosos destroem, menosprezam a vitória do outro, porque assim, deixam de olhar para si, e ver que para eles faltou a coragem e a força do outro.
A maneira de ser de muitos, é pura representação.
É muito bom que as pessoas saibam quem são, reconheçam sua vocação, sua capacidade, e não queiram vestir uma máscara, quando, na verdade, a vontade é de jogar tudo para o alto e tentar outra forma de vida.
Se o indivíduo conseguir identificar sua vocação e habilidade, buscar suas realizações com essa base conhecerá a sensação de ser feliz. Pessoas felizes chamam atenção, são admiradas, tem um brilho diferente.
Mas, isso não significa que enquanto é aplaudido, admirado e chama atenção, é feliz. Pode estar ai, a defesa contra uma auto avaliação. Contentar e agradar aos outros, não é o mesmo que agradar e contentar a si mesmo. A vocação e habilidade são  individuais. Assim como a sensação de felicidade também é individual.
A felicidade plena e absoluta não existe. Também não existe receita, manual que possa dar garantia plena de viver 100% feliz.
A busca é por mais momentos e sensação de felicidade.
Descobrindo suas necessidades, suas metas, como e quando alcançá-las, saber reconhecer limite, respeitando e se fazendo respeitar, sabendo diferenciar você do outro, é um começo. E nessa busca, cabe a você criar a sua receita e escrever o seu manual, do que é a SUA sensação de felicidade.

Doida ou Santa?

‘Estou no começo do meu desespero e só vejo dois caminhos: ou viro doida ou santa’.
São versos de Adélia Prado, retirados do poema A Serenata.
Narra a inquietude de uma mulher que imagina que mais cedo ou mais tarde um homem virá arrebatá-la, logo ela que está envelhecendo e está tomada pela indecisão – não sabe como receber um novo amor não dispondo mais de juventude.
E encerra:
‘De que modo vou abrir a janela, se não for doida?
Como a fecharei, se não for santa?’.
Adélia é uma poeta danada de boa.
E perspicaz.
Como pode uma mulher buscar uma definição exata para si mesma, estando em plena meia-idade, depois de já ter trilhado uma longa estrada onde encontrou alegrias e desilusões, e tendo ainda mais estrada pela frente?
Se ela tiver coragem de passar por mais alegrias e desilusões – e a gente sabe como as desilusões devastam – terá que ser meio doida.
Se preferir se abster de emoções fortes e apaziguar seu coração, então a santidade é a opção.
Eu nem preciso dizer o que penso sobre isso, preciso?
Mas vamos lá.
Pra começo de conversa, não acredito que haja uma única mulher no mundo que seja santa. Os marmanjos devem estar de cabelo em pé: como assim, e a minha mãe???
Nem ela, caríssimos, nem ela.
Existe mulher cansada, que é outra coisa.
Ela deu tanto azar em suas relações que desanimou.
Ela ficou tão sem dinheiro de uns tempos pra cá que deixou de ter vaidade.
Ela perdeu tanto a fé em dias melhores que passou a se contentar com dias medíocres.
Guardou sua loucura em alguma gaveta e nem lembra mais.
Toda mulher é doida.
Impossível não ser.
A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar nosso poder de sedução para encontrar ‘the big one’, aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais. Uma tarefa que dá para ocupar uma vida, não é mesmo? Mas, além disso, temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir de vez em quando que somos santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca, mas nunca, pensaremos em jogar tudo pro alto e embarcar num navio-pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar uma cafetina, sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha.
Eu só conheço mulher louca.
Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante.
Pois então.
Também é louca.
E fascina a todos.
Todas as mulheres estão dispostas a abrir a janela, não importa a idade que tenham.
Nossa insanidade tem nome: chama-se Vontade de Viver até a Última Gota.
Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora.
E santa, fica combinado, não existe.
Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseja mais nada?
Você vai concordar comigo: só sendo louca de pedra.’
Marta Medeiros

Perdão…





Perdoar é um ato muito nobre, mas que tal começarmos a perdoar a nos mesmos.
Comece pedindo perdão a você, perdoe seus erros, angustias, julgamentos…
Comece o dia com perdão, irá se sentir mais leve.
Me pergunto sempre, porque é tão difícil perdoar,se observamos quando existe o perdão sincero,
aquele que vem la do fundo do coração a alma fica leve, o pensamento fica elevado, positivo.
Coisas boas são atraídas, por que a vida é feita de erros e acertos e nos erros que aprendemos.
Estamos em processo de mudança sempre e perdão é um começo para a mudança de sua vida.
Se permita perdoa, tenho a certeza que seu dia um começo de sua nova vida irá te transformar.
Eu me perdooo! De novo e SEMPRE!!!

O tempo cura tudo...


E assim os sentimentos de desespero estão se acalmando... Mas aquela coisinha ruim que fica apertando o peito, choro pra poder eliminar... Um aperto ruim, um aperto que falta o ar, pensamentos que não se acalmam, a cabeça gira e me encolho no cantinho mais escuro... Dramas para uns e dor para outros, mas a vida é assim.
Talvez esse sentimento seja desnecessário, mas o que fazer se ele penetra e vai embora com o tempo... Esse tempo existe para reflexões, aprendizados, a cabeça continua a girar e o coração a apertar... Mas passa com o tempo, as feridas cicatrizam, mas a cicatriz fica... É necessário se encarar e olhar no espelho, lavar o rosto, colocar a cabeça no travesseiro, dormir e acordar pra tudo novamente... E assim é a vida… Um dia de cada vez com o tempo pra curar tudo.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Ana Cañas - LUZ ANTIGA

Eu só queria que você cuidasse
Um pouco mais de mim como eu cuido de você
Cuidar é simplesmente olhar
Pro mundo que você não vê
Pra medir o amor não existe cálculo
Um mais um pode não ser dois
Futuro é linda paisagem
Desejo que não é sonho é mera ilusão

Se não sabe
Se afaste
De mim
Se ainda cabe
Me abrace
Enfim

Só ligue se tiver vontade
Só venha se quiser me ver
Mentir é pura vaidade
De quem precisa se esconder

Se não sabe
Se afaste
De mim
Se ainda cabe
Me abrace
Enfim

Será que eu vejo apenas o que você não vê?
Eu não entendo como você não consegue perceber?
Que eu não sei mais
Eu não sei mais
Eu não sei mais
Eu não sei mais
Eu não sei mais
Eu não sei

O sangue é o rio que irriga a carne
E a alma é a terra de um morro
É luz antiga o fim da tarde
Essa saudade sem socorro

Se não sabe
Se afaste
De mim
Mas antes que seja tarde
Nos salve
Do fim

Renúncia

É tudo tão difícil, tão difícil, que, exausta, eu desisti.
Isso não quer dizer que eu deixei de amar (PQ. isso é impossível). Isso quer dizer que eu desisti de sofrer. E, quem sabe, também, de causar sofrimento.

Jota Quest - Dias Melhores

Vivemos esperando
Dias melhores
Dias de paz, dias a mais
Dias que não deixaremos
Para trás
Oh! Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que
Seremos melhores
(Melhores! Melhores!)
Melhores no amor
Melhores na dor
Melhores em tudo
Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que seremos
Para sempre
Vivemos esperando
Oh! Oh! Oh!
Dias melhores prá sempre
Dias melhores prá sempre
(Prá sempre!)...

Vivemos esperando
Dias melhores
(Melhores! Melhores!)
Dias de paz
Dias a mais
Dias que não deixaremos
Para trás
Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que
Seremos melhores
(Melhores! Melhores!)
Melhores no amor
Melhores na dor
Melhores em tudo
Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que seremos
Para sempre
Vivemos esperando
Oh! Oh! Oh!...

Dias melhores
Prá sempre...(4x)

Uh! Uh! Uh! Oh! Oh!
Prá sempre!
Sempre! Sempre! Sempre!...

Vivendo e Aprendendo

Com alegria construindo os dias
Com amor construindo a vida
Com paciência superando os obstáculos
Com fé acreditando que tudo vai dar certo
Com otimismo seguindo em frente
Com a esperança creio no futuro repleto de realizações
Com sentimento sigo meus instintos
Com superação aprendi a viver
Com carinho aprendi a ser amada
Com rejeição superei a dor
Com lágrimas coloquei as coisas ruins pra fora
Com dor fiz meu coração bater mais forte
Com força todo meu corpo vive com amor, esperança e com um coração cheio de amor.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Meu tipo





Sou mais viva do que pareço... A sinceridade me fascina de forma que me apego - cegamente - aos meus desejos... Finjo minhas vontades; nego minhas verdades; me faço mulher... Afinal, eu sou mulher... Me mostro... Eu sou do jeito que quero ser; a inconstância na personalidade forte e sensata, já não é um problema; a insanidade masculina não me afeta... Eu tenho meus poderes... A risada - interior - é muito mais deliciosa, do que as felicidades forçadas... De alguma forma eu me apego ao jeito antigo da malandragem... Me passar para trás, já não é tão fácil quanto parece... Mas, não se preocupe, eu fecho os olhos para as suas bobagens e finjo que não ri demais por dentro; afinal, a educação ainda reina em meu corpo de mulher... Não se sinta bem demais e nem mal demais; tudo foi necessário... As bebidas fortes me deixam mais relaxadas, as risadas mais engraçadas me deixam mais madura e as bobagens lançadas eu deixo ao ar; afinal, nada me pertence... Eu sou do mundo... Eu sou o mundo...Não me apegue, não se apague.
não finja, não minta... Seja, faça, aconteça... Eu aqui... Você aí... Eu sou muito mais mulher, do que seus tipos de mulheres.

NX Zero - Cartas Pra Você

Eu tento te esquecer
Mas tudo que eu escrevo
É sobre você
Eu não posso me enganar
Fingir que estou bem
Porque não estou
Preciso de você
Preciso de você
Essa noite
E hoje estou aqui
Só pra te cobrar
O que você disse
Que iria ser pra sempre
Mas não foi assim
Agora o que me resta
Escrever nessa carta
Pra lembrar
Eu passo tanto tempo
Só te procurando
Em um outro alguém
Mas não posso me enganar
Sinto sua falta
E ninguém pode ver
Preciso de você
Preciso de você
Essa noite
E hoje estou aqui
Só pra te cobrar
O que você disse
Que iria ser pra sempre
Mas não foi assim
Agora o que me resta
Escrever nessa carta
Preciso de você

Agora é pra valer.

Então é aqui a beira do precipício... Eu sabia que um dia chegaria a hora, sabia que os ponteiros estavam caminhando... Lentamente, porém de uma forma mortal... Então chega a hora do fim. A hora de dizer adeus... A mais temida de todas as despedidas... Porque dessa vez não há volta, não há outra chance... Chega o fim do jogo... E eu que pensei que as histórias poderiam mudar... Mas o que muda são as pessoas, são seus corações... E é impossível impedir que eles se encham de espinhos, que eles se cristalizem ao longo do tempo... É impossível impedir que esse tempo passe, levando de nós o que havia de mais puro... Afinal, nada é pra sempre... NADA... O que fica são as lembranças, que nos machucam, dia após dia... Chegou a hora, o momento aonde é preciso ter força e fé para não desistir... Para não permitir que mais um obstáculo te impeça de continuar... É preciso saber enxergar o caminho, ainda que seja no escuro... Haverá uma luz, mesmo que seja no fim... Não é a primeira nem a última vez que você vai cair... Mas sempre existe a chance de se levantar... Ainda mais forte do que antes... E é pra isso que as pessoas estão aí... Para te derrubar às vezes, ou para estender a mão quando você precisa... É pra te fortalecer que servem as curvas mais fechadas, é para que você consiga caminhar ainda melhor pelas retas... Ninguém consegue andar em linha reta por muito tempo... E as decepções te ensinam a viver... É aqui, a beira do precipício, a mais sinuosa das curvas... É também a mais esperada, porque uma hora ela tinha que chegar... Sempre chega... Mais cedo ou mais tarde... Então é hora de se saltar, se arriscar... Para ver o que há adiante... Para encontrar mais glórias, ou batalhas... Para provar a sua força... Os dias vêm e vão, altos e baixos existem, invariavelmente... Mas eles te provam que nada é impossível... E não vai ser diferente dessa vez... Sempre há uma saída.

Não te canses...!

Não te canses de amar.
É possível q a resposta do amor
não te chegues imediatamente. Talvez
te causem surpresa as reações que
propicia. É possível q as haja desencorajadoras.
Sucede q, desacostumadas aos sentimentos puros,
as pessoas reajem por mecanismos de auto-defesa.
Insistindo, porém, conseguirás demonstrar a
excelência desse sentimento sem limite e
mimetizarás aqueles a quem amas, recebendo
de volta a benção de que se reveste.
Ama, portanto, sempre.
Joanas de Ângelis

sábado, 23 de outubro de 2010

NX Zero - Espero A Minha Vez

Se o medo e a cobrança
Tiram minha esperança
Tento me lembrar de tudo que vivi
E o que tem por dentro, ninguém pode roubar
Descanso agora, pois os dias ruins todo mundo tem
Já jurei pra mim não desanimar
E não ter mais pressa pois sei que o mundo vai girar
O mundo vai girar
Eu espero a minha vez
O suor e o cansaço fazem parte dos meus passos
O que nunca esqueci é de onde vim
E o que tem por dentro ninguém pode roubar
Descanso agora, pois os dias ruins todo mundo tem
Já jurei pra mim não desanimar
E não ter mais pressa
Eu sei que o mundo vai girar
O mundo vai girar e eu espero a minha vez
E eu não to aqui pra dizer o que é certo e errado
Ninguém tá aqui pra viver em vão
Então é bom valer à pena
Então é pra valer à pena, ou melhor não.
Os dias ruins todo mundo tem,
Já jurei pra mim não desanimr
E não ter mais pressa, pois sei que o mundo vai girar
O mundo vai girar e eu espero a minha vez.

Não sem muito amor




Sempre sonhei com algo diferente, como nos contos de fadas, mas a realidade foi deveras distinta disso, só Deus é testemunha das minhas queixas. Mas, nesse momento, nada disso importa, nada do que doeu agora importa. Eu vou ficar aqui, sozinha, com minhas lembranças e nosso fracasso. Vou lembrar das partes boas, para me emocionar com a saudade. Não lembrarei de nenhuma briga, nem nada disso! Eu quero uma receita para esquecer dos momentos ruins, dos bons eu não preciso. Não preciso e não quero. Para que esquecer do que me orgulho? Do que me fez feliz? Deixa a saudade me machucar, meu anjo, uma hora ela se cansa. Eu não abro mão de recordar o quanto fomos felizes. Acabou, mas não sem muito amor.


Marcelo Maroldi

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Titãs - Porque eu sei que é amor

Porque eu sei que é amor
Eu não peço nada em troca
Porque eu sei que é amor
Eu não peço nenhuma prova

Mesmo que você não esteja aqui
O amor está aqui
Agora
Mesmo que você tenha que partir
O amor não há de ir
Embora

Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Sei que cada palavra importa
Porque eu sei que é amor
Sei que só há uma resposta

Mesmo sem porquê eu te trago aqui
O amor está aqui
Comigo
Mesmo sem porquê eu te levo assim
O amor está em mim
Mais vivo

Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Porque eu sei que é amor

 

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as!

Mude

Se a Vida é um milagre, por que então desprezar esse milagre? Por que desprezar as circunstâncias amorosas que me envolvem? Por que afastar esses anjos delicados que me trazem alegrias tão gloriosas, inocentes e profundas? Por que repelir essas vibrantes criaturas que transformam meu peito num ensolarado jardim de corações? Por que deveria eu desperdiçar energias afastando as tentações que me tocam todo dia? Por que recusar abraços e ternuras? Em nome de quê deveria eu recusar estrelas, girassóis e gostosuras?


Tem dias que ela surgi de forma avassaladora.

''Ora, tristeza, tente ao menos ser mais leve.
Quero de volta meus discos de dance music, que você tirou da prateleira. E minhas roupas estampadas, que sumiram do meu armário depois que você se instalou aqui.
Por favor, não tente entrar em contato comigo com as velhas razões de sempre. Não é a fria lógica dos seus argumentos que irá guiar meu coração daqui por diante. Quero ver a vida por outros olhos, que não os seus. Quero beber por outros motivos, que não afogar você dentro de mim. Cansei da sua falta de senso de humor, do seu excesso de zelo. Vá resolver suas carências em outro endereço.''
Fernanda Young

Me Adora


Tantas decepções eu já vivi
Aquela foi de longe a mais cruel
Um silêncio profundo e declarei:
“Só não desonre o meu nome”
Você que nem me ouve até o fim
Injustamente julga por prazer
Cuidado quando for falar de mim
E não desonre o meu nome
Será que eu já posso enlouquecer?
Ou devo apenas sorrir?
Não sei mais o que eu tenho que fazer
Pra você admitir
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Perceba que não tem como saber
São só os seus palpites na sua mão
Sou mais do que o seu olho pode ver
Então não desonre o meu nome
Não importa se eu não sou o que você quer
Não é minha culpa a sua projeção
Aceito a apatia, se vier
Mas não desonre o meu nome
Será que eu já posso enlouquecer?
Ou devo apenas sorrir?
Não sei mais o que eu tenho que fazer
Pra você admitir
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora
Que me acha foda
 Pitty

Um novo rumo…

Certas pessoas precisam urgentemente realizar uma operação radical em suas vidas, e remover lembranças, dores, mágoas, orgulho ferido e até algumas pessoas do seu dia a dia. É uma limpeza radical em sentimentos e relacionamentos, que poderá finalmente, permitir que você viva plenamente.
Aproveite hoje e tire tudo que não te serve mais, de sua cabeça, de suas veias, do seu coração. Importe-se com você. Não, não é ser egoísta, é fundamental para a sua vida que você esteja bem. Já viu alguém dar algo que não tem? Quem dá, dá o que tem, ou o que julga ter … se você não está bem, não está feliz, vai passar o que para os outros?
Falsidade talvez, tristeza com certeza. E, pior ainda, vai magoar quem não te fez nada, por causa de suas irritações, de suas frustrações. Ninguém mais tem tempo para ouvir nossas dores, nossas ladainhas, nossas queixas.
Então resolva-se, aceite-se, conheça-se!
O negócio é olhar para o seu umbigo e resolver de uma vez por todas se você quer ficar na dor, ou quer mesmo ser feliz.
Quer ficar na dor? Continue pensando em quem te deixou, continue criando fantasias com pessoas que nem te prometeram nada, continue querendo mudar as pessoas…
Continue falando sim quando quer dizer “não”; continue ouvindo aquelas músicas do passado que você sabe que só te fazem chorar; fique lamentando a morte de quem já passou faz tempo; continue acreditando que quem errou foi você; continue se comparando aos outros; continue acreditando que ser feliz é só para os outros; continue se julgando “coitadinho”.
Quer ser feliz? Ame-se, aceite-se e perdoe sempre!
Não aceite que te tratem mal, que te pisem, ou te humilhem. Seja humilde, mas nunca aceite a humilhação gratuita. Pare de querer mudar as pessoas e consolar quem não quer ser consolado. Mude tudo na sua vida … se não está dando certo porque insistir?
Tenha coragem de assumir-se, saia do armário das convenções, diga sim para a vida, mas diga com a certeza de que você, e somente você, pode agora mesmo determinaru um novo rumo, uma nova estrada! 
"Paulo Roberto Gaefke."

Sandy - Tempo

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Saudades (Olha ela aqui outra vez... Acho que estou desistindo de senti-la)

Eu sinto saudades... Coisa estranha essa tal de saudade... Você não vê, não pega, mas ela está ali... Saudade dói... Dói forte... É como se alguém estivesse apertando o seu coração; estrangulando-o... É uma dor imaterial... Não dá pra fazer curativos... Mas há consistência neste imaterial... Eu sinto saudade dos sonhos... Do cheiro... Do gosto... Das carícias trocadas... De tudo que poderia ter sido... Não foi... Eu sinto saudade das palavras doces... Do olhar carinhoso... Dos planos loucos... Eu sinto saudade também do que não existiu... Queria tanto que tivesse existido... Mas não houve... Eu sinto saudades... Ela mora em mim... Um dia para de doer... Ela está começando a ir embora... E eu já sinto saudades.
"toda vez que eu penso o olho embaça... o sentimento diminui (será???), mas nunca passa."  
Onde Anda Você
(Vinicius de Moraes e Toquinho)
E por falar em saudade, onde anda você?
Onde andam seus olhos, que a gente não vê?
Onde anda esse corpo,
Que me deixou morto de tanto prazer?
E por falar em beleza onde anda a canção,
Que se ouvia na noite dos bares de então?
Onde a gente ficava, onde a gente se amava
Em total solidão.
Hoje eu saio na noite vazia,
Numa boemia sem razão de ser,
Na rotina dos bares, que apesar dos pesares,
Me trazem você.
E por falar em paixão, em razão de viver,
Você bem que podia me aparecer,
Nesses mesmos lugares, na noite, nos bares
Onde anda você?

É sempre bom ter oportunidade pra mudança!

Apesar de doer bastante, talvez nossas maiores buscas depois de percorremos um logo caminho, acabem sempre dentro de nós mesmos e de quem amamos.
Não vou fazer "ainda" como a Elizabeth Gilbert, neste momento não é possível ir para Itália, Índia e Indonésia, mas as passagens e hospedagem para Ribeirão Preto já estão compradas e confirmadas... Preciso voltar, para assim poder me reencontrar... Afinal perder-se também é o caminho. 
"Se você tem a coragem de deixar para trás tudo que lhe é familiar e confortável (pode ser qualquer coisa, desde a sua casa aos seus antigos ressentimentos" e embarcar numa jornada em busca da verdade (para dentro e para fora), e se você tem mesmo a vontade de considerar tudo que acontece nessa jornada como uma pista, e se você aceitar cada um que encontre como professor, e se estiver preparada, acima de tudo, para encarar (e perdoar) algumas realidades bem difíceis sobre você mesma...então a verdade, não lhe será negada." (Elizabeth Gilbert)

Não julgueis, para que não sejais julgados.

Uma coisa é você achar que está no caminho certo, outra é achar que o seu caminho é o único. Nunca podemos julgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua própria dor e renúncia...
(Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei)
OBS: Não ofenda, não julgue as pessoas, não interprete pelo seu achimos, pq. vc apenas " ouviu falar de mim"... Não me conhece, não sabe nada a meu respeito, não passou por nenhuma tempestade como eu passei (desejo que não passe), mas sinceramente pra quem chegou agora tá "achando" demais... Além de sentar na janela quer ficar dando tchauzinho... Presta atenção... O pior é vc deixar... Como isso me doi... Cogitar ter errado ao meu respeito depois de tudo vivido... Por contas de opiniões alheias... Tá difícil viu...Que momento mais trash... Fala sério né... Sou eu... E vc... Nada a ver deixar essa situação... Como estou cansada... Se não te amasse e tivesse as certezas que tenho... Já tinha chutado o pau da barraca... Mas vc é de sempre pra sempre!!!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Das amizades

A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor.
[Joseph Addison]
Costumava dizer que ser amigo de alguém é ter a coragem de conhecer o melhor e o pior dessa pessoa, e guardar esse pior, por mais peso que tenha, no silêncio do nosso coração... Eu pedi a Deus escreve o nome na palma da minhã mão, ele foi além escreveu no meu coração... 
Enquanto algumas pessoas fazem de tudo para se tornarem marcantes, outras agem naturalmente e se tornam inesquecíveis.
OBRIGADO POR GUARDAR O MEU PIOR... E NÃO DESISTIR DE MIM!!! AMO VC CORE!!!

domingo, 17 de outubro de 2010

Sempre ela

Saudades ficam violentas quando mudamos de endereço. Saudades ficam insuportáveis quando mudamos de sentido.Você confunde sacrifício com covardia. Compreendo. Eu confundo amor com loucura. Cada um tem seus motivos, sua maneira de se convencer que fez o melhor, fez o que podia.

P.S: Ás vezes eu lembro dos dias em que eramos '02' e que tudo compartilhavamos! 

Ouvindo: Chantal Kreviazuk - Feels Like Home

Chantal Kreviazuk - Feels Like Home (Tradução)

sábado, 16 de outubro de 2010

Saudade e carinho

"Cartas em fundo de gavetas podem ser perigosas. Basta um desenho antigo, já amarelado, um perfil marcante como uma figura de proa avançando
pelo grande mar onde para sempre nos perdemos".
[Lya Luft]


Não quero te confessar que morro ao ver-te com outro alguém, também não quero dizer que, por vezes a minha boca tentou te dizer que ao meu lado você seria a pessoa mais feliz do universo! Essa sempre foi a minha missão e você sempre teve tanta certeza disso quanto eu, lá nos lugares mais profundos e recriminados por você e em você mesmo. Sabes que o meu amor foi só teu, mas me afogas dentro de si, me aprisiona e não me deixa sair, chora diante de mim, me acorrenta e grita socorro sem que eu possa te salvar! Os meus passos eu dei, um a um, mas você temeu cair no rio, não confiou na firmeza da ponte que eu construí pra você... Talvez, meu bem, tenhamos sido amaldiçoados com a felicidade de encontrar o amor em corpos errados.
A questão foi que eu passei tempo demais tentando dar nomes ao que não precisava em lugar de ir em frente e dar vida ao que precisava viver.
É que nós - as pessoas - temos a estranha maneira de complicar tudo com os nossos métodos e fórmulas infalíveis que não nos levam a lugar nenhum, nos mecanizam... não deixa transluzir. A questão é que era você, e é, e eu preciso fazer algo antes que o portal que dá acesso a essa nova dimensão se feche outra vez e me deixe no frio, do lado de fora.
De tanto temer errar eu acabo me esquecendo também de acertar, e querendo acertar eu quase deixo de ser eu mesma. Eu não quero dizer-te que penso em você a essas horas da madrugada, e com tanta falta que remói a garganta. É que eu quase me esqueço que com o tempo as pessoas acabam se esquecendo que o natural é envergonhar-se somente do que é indigno, mas o crucial é ser quem se é. E você sabe que eu tenho sentimentos, e é normal que eu esteja desejando muito, mas muito te ver a ponto de doer agudo, e talvez querer fugir.
Não se trata de querer despejar em você toda a carência que eu mesma dissimulo não ter.
É saudade, saudade e carinho, e só.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

O amor no colo



A dor não pede compreensão, pede respeito. Não abandonar a cadeira, ficar sentado na posição em que ela é mais aguda.

Vejo homens que não têm coragem de terminar o relacionamento. Que não esclarecem que acabou. Que deixam que os outros entendam o que desejam entender. Que preferem fugir do barraco e do abraço esmurrado. Saem de mansinho, explicando que é melhor assim: não falar nada, não explicar, acontece com todo mundo.

Encostam a porta de sua casa (não trancam) e partem para outra vida.

Não é melhor assim. Não tem como abafar os ruídos do choro. O corpo não é um travesseiro. Seca com os soluços.

Não é melhor assim. Haverá gritos, disputa, danos. É como beber um remédio, sem empurrar a colher para longe ou moldar cara feia. É engolir o gosto ruim da boca, agüentar o desgosto da falta do beijo.

Será idiota recitar Vinicius de Moraes: "que seja infinito enquanto dure". A despedida não é lugar para poesia.

Haverá uma estranha compaixão pelo passado, a língua recolhendo as lágrimas, o rosto pelo avesso. Haverá sua mulher batendo em seu peito, perguntando: "Por que fez isso comigo?"

Haverá a indignação como última esperança.

Haverá a hesitação entre consolar e brigar, entre devolver o corte e amparar.

Vejo homens que somente encontram força para seduzir uma mulher, não para se distanciar dela.

Para iniciar uma história, não têm medo, não têm receio de falar.

Para encerrar, são evasivos, oblíquos, falsos. Mandam mensageiros.

Não recolhem seus pertences na hora. Voltarão um novo dia para buscar suas coisas.

Não toleram resolver o desespero e datar as lembranças. Guardam a risada histérica para o domingo longe dali.

Mas estar ali é o que o homem precisa. Não virar as costas. Fechar uma história é manter a dignidade de um rosto levantado, ouvindo o que não se quer escutar. Espantado com o que se tornou para aquela mulher que amava. Porque aquilo que ela diz também é verdade. Mesmo que seja desonesto.

Desgraçadamente, há mais desertores do que homens no mundo.

Deveriam olhar fora de si. Observar, por exemplo, a dor de uma mãe que perde seu filho no parto.

O médico colocará o filho morto no colo materno. É cruel e - ao mesmo tempo - necessário. Para que compreenda que ele morreu. Para que ela o veja e desista de procurá-lo. Para que ela perceba que os nove meses não foram invenção, que a gestação não foi loucura. Que o pequeno realmente existiu, que as contrações realmente existiram, que ela tentou trazê-lo à tona. Que possa se afastar da promessa de uma vida, imaginar seu cheiro e batizar seu rosto por um instante.

Descobrir a insuportável e delicada memória que teve um fim, não um final feliz.
Ainda que a dor arrebente, ainda é melhor assim.

Tem gente que não pensa antes de machucar um coração... pois deveria pensar.. pq hj é vc quem machuca, amanhã pode ser vc quem vai sair machucado. 

Ouvindo: Marisa Monte - Vai Saber

Marisa Monte - Vai Saber

Apenas o Fim

...'' Eu tenho andado feliz. E sim, continuo falando de amor, escrevendo os mesmos textos de sempre, poetizando qualquer coisa que apareça e fingindo não ser romântica.


Agora eu acabei de equilibrar a doçura, nas pontas do pés. Consegue ver? Se eu deixar cair, espalha. Sorri no escuro ao lembrar minha infantilidade em procurar o vento, naquela época, para que as palavras chegassem suaves aos teus ouvidos. Fico feliz em notar que ainda carrego delicadeza nos dedos ao escrever a você. Não nos despedimos.


Essa semana peguei um táxi e passei do ponto porque simplesmente estava sorrindo pensando que, ah!, são coisas muito bonitas nos esperando. E quando pisei no chão, primeiro com o pé esquerdo, deixei cair o pirulito de coração. Despedaçou-se enquanto tive uma certeza: eu vou te amar em todos os meus amores. Já não contesto.


Outro dia revi Apenas o fim. Cada diálogo foi como se compusesse nossa despedida. Foram coisas lindas. Coisas bobas. Coisas nossas. Ele você ela eu. Quis te mandar um torpedo, quando foi dito: você é meu chicletinho mastigado. Não somente por ser a cara do que fomos, mas também porque interpretei de um jeito engraçado, sabe? É que vai ver o doce se perdeu, mas continua a grudar. Está grudado. Vai sempre ficar um pedaço, uma marquinha. Ficou.


Aprendi que não existe pedagogia para sentimentos. Eu tive febre. E passou. Passou aquela vontade de querer te ligar durante o sinal vermelho só para contar do que andou acontecendo. A vontade de te contar das minhas revoltas, das minhas mudanças. Ando tão madura, tão mais boba, mais eu, menos você. Passou a vontade de falar do medo que tive nos primeiros dias, de ser a cada hora menos você. Passou. Passou inclusive o meu sorriso contente ao me imaginar escrevendo e lembrando você, num futuro, balbuciando entre um suspiro e outro, com uma voz muito concentrada no azul, a frase do poeta: minha impressão é que tenho amado sempre.


Por ter/ser passado, hoje, quero pedir: não me devolva nada. Não me entregue tuas ternurinhas. Não me devolva tudo o que já te entreguei, agora, quando já não interessa. Você deixou a porta entreaberta, eu fechei. Fecho. Se abra inteiro, encontre alguma menina interessante, me deixe passar. O meu amor foi grande. É imenso. É sempre teu. Mas não mais vivemos juntos nele. Ainda penso conseguir um dia estar ao teu lado, saber te ouvir, arranhar teus ouvidos com meus sorrisos, ficar horas pendurada ao telefone. Me engano, assim, para doer menos. Já doeu demais.


Continuo a te querer bem. Respeito nosso relicário. Respeito você. Sempre que noto as coisinhas construídas que me foram deixadas, me sinto bem. Faz cócegas ter você me alicerçando. Amores de ontem, todavia, devem ficar na poesia intocável. Por isso afirmo que aqui, nesse parágrafo, estou me despindo de você. Deixo tudo. Vai haver um ponto final adiante, porque aprendi a usá-lo. Deixo aqui. Não aceito devoluções. Se não for teu, sempre será de alguém.


Te abraço com calma, para que os corpos solucem todos os beijos que não foram dados. Te entrego alguma coisa bem bonita. Que todo o amor que deixei seja teu, ainda que levado por outro alguém.


Que o coração jamais se apague.



P.S.: O que importa, realmente já foi feito. E é nosso. Sempre seremos nossos, porque ninguém nunca nos terá igual. Nunca havia sido tão assim, eterno.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Minha herança: uma flor

Achei você no meu jardim
Entristecido
Coração partido
Bichinho arredio
Peguei você pra mim
Como a um bandido
Cheio de vícios
E fiz assim, fiz assim
Reguei com tanta paciência
Podei as dores, as mágoas, doenças
Que nem as folhas secas vão embora
Eu trabalhei
Fiz tudo, todo meu destino
Eu dividi, ensinei de pouquinho
Gostar de si, ter esperança e persistência
Sempre
A minha herança pra você
É uma flor com um sino, uma canção
Um sonho, nem uma arma ou uma pedra
Eu deixarei
A minha herança pra você
É o amor capaz de fazê-lo tranqüilo
Pleno, reconhecendo o mundo
O que há em si
E hoje nos lembramos
Sem nenhuma tristeza
Dos foras que a vida nos deu
Ela com certeza estava juntando
Você e eu

Achei você no meu jardim...

Vanessa da Mata


"... eu prefiro viver com a incerteza de poder ter dado certo, que com a certeza de ter acabado em dor. Talvez loucura, medo, eu diria covardia, loucura quem sabe!"




Hoje a saudade doeu... mais do que de costume...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Hoje eu tô sozinha

"Hoje eu tô sozinha
E não aceito conselho
Vou pintar minhas unhas
E meu cabelo de vermelho...
Hoje eu tô sozinha
Não sei se me levo
Ou se me acompanho
Mas é que se eu perder
Eu perco sozinha
Mas é que se eu ganhar
Aí é só eu que ganho...
Hoje eu não vou falar mal nem bem de ninguém
Hoje eu não vou falar bem nem mal de ninguém...
Logo agora que eu parei..
Parei de te esperar
De enfeitar nosso barraco
De pendurar meus enfeites
Te fazer o café fraco, eh!...
Parei!
De pegar o carro correndo
De ligar só prá você
De entender sua família
E te compreender...
Hoje eu tô sozinha
E tudo parece maior
Mas é melhor ficar sozinha
Que é prá não ficar pior...
Hoje eu não vou falar mal nem bem de ninguém..."

Ana Carolina

“Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros...”

Eu gosto de pensar que eu faço o melhor que eu posso... Não sou perfeita – e nem tento ser – mas quando eu me importo, quando eu me envolvo, quando eu amo, eu dou o melhor de mim para ser para a outra pessoa o mesmo que ela é para mim; eu faço pela outra pessoa o que eu espero que ela faça por mim, na verdade... E lendo o que está escrito aqui, até parece fácil, mas eu ando chegando à conclusão que não é tão simples assim...
Numa vida de altos e baixos – como são todas as vidas – a gente precisa de constantes: pessoas com quem podemos chorar quando as coisas estão ruins e com quem podemos rir quando as coisas estão boas... Apesar de ter, felizmente, uma família que é meu alicerce em todos os momentos, meus amigos são eternamente meu porto seguro: são a mão estendida na hora da queda, o sol que ilumina os dias mais cinzentos, as risadas compartilhadas nos momentos vitoriosos e a força necessária o tempo todo...
É claro que, como em qualquer tipo de relacionamento humano, há os obstáculos: distância, escolhas diferentes, opiniões opostas, vidas que seguem rumos inesperados... Não é fácil manter uma amizade em profissões diferentes, lugares diferentes, vidas diferentes... Como em qualquer tipo de relacionamento, a amizade precisa ser constantemente trabalhada, mas, acima de tudo, ela precisa ser apreciada... Porque se hoje sou eu quem precisa de colo, de conselhos, de sorrisos de um dos meus amigos, eu preciso lembrar que amanhã a situação pode estar invertida e eu preciso estar pronta para fazer o mesmo, se necessário...
Num aspecto eu sei que tenho sorte: há um bom grupo de pessoas ao meu redor, cumprindo com louvor o papel de meus amigos... Eles podem não ser muitos, mas são o que eu preciso e eu não deixo nunca de agradecer pela presença deles... Como eu já disse uma vez, cada um é essencial a seu modo e por seus motivos e no que depende de mim, eu não abro mão de nenhum deles, nem por um segundo... Enquanto for escolha minha, enquanto não depender de mais nada nem ninguém, minhas constantes permanecerão constantes e eu espero também fazer o mesmo por eles.
Felizmente, nos dias mais cinzentos, sempre tem um raio de sol que aparece e me mostra que a escuridão não vai durar para sempre.
É nesse momento que eu lembro quem fui ontem e quem sou hoje.
É nesse momento que eu lembro o quanto eu cresci, o quanto eu mudei, o quanto eu caminhei.
É nesse momento que eu lembro que eu ainda tenho um longo caminho pela frente.
É nesse momento que eu lembro que fiz a escolha certa, que tomei a única decisão que havia para tomar.
É nesse momento que eu paro de me questionar e agradeço aos céus pela minha força.
Minha força tem nome, sobrenome e papel definido na minha vida.
Minha força é o motivo do meu sorriso no rosto todos os dias.
Minha força é a razão de eu não deixar nunca de lutar, de crescer, de buscar.
Minha força são vocês...
(e eu sinceramente espero que vocês não duvidem nunca do papel que têm na minha vida e que saibam que podem sempre contar comigo...)

Ouvindo: Alessandra Maestrini - True Colors

TRUE COLORS - ALESSANDRA MAESTRINI

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Se perdoe!!!

Vamos jogar aberto... A culpa é minha... Eu dei meu coração... Eu criei expectativas... Então, com sua licença, a culpa é minha... Minha culpa... Minha feia culpa que é minha e de mais ninguém... Minha culpa de sete pontas... Minha culpa que me faz olhar a vida e me sentir personagem principal de uma página triste... E não é só triste... É uma culpa boa... Porque também me faz exercitar um sentimento maior (e mais brilhante que o mundo): o perdão.
Se eu pudesse escolher um verbo hoje, eu escolheria perdoar... Assim, conjugado na primeira pessoa, com objeto direto e ponto final: eu me perdôo.
Não, eu não te perdôo porque não tenho porque te perdoar... Tenho que perdoar a mim... A mim, que me ferrei... Me iludi... Me refiz... Me encantei... A culpa é minha... Minha e das minhas expectativas... Minha e das minhas lamentáveis escolhas... Minha e do meu coração lerdo... Minha e da minha imaginação pra lá de maluca... Então, com licença, deixe eu e minha culpa em paz... Eu e meu delicioso perdão por mim mesma... Eu só te peço uma coisa. .. Para de culpar a vida... Pare de ter pena de você... Se assuma... Se aceite... Se culpe... Se estrepe... Se mate...
Mas se perdoe.
Pelo amor de Deus, se perdoe. 
(Ouvindo Maria Bethânia - Fera Ferida)
OBS:
Essa música pode não ter haver com o atual momento da minha vida (ou não), mas hoje quando há ouvi no supermercado o texto simplesmente fez sentido.
É muito bom quando uma música consegue tocar no fundo da nossa alma e embala a nossa vida como a trilha de um filme... Uma música para cada momento, e mesmo que o momento passe, músicas como essa serão eternas. 
"Eu sei... Quantas tristezas eu tive... Mas mesmo assim se vive... Morrendo aos poucos por amor..." Perfeita!!!

Maria Bethânia - Fera Ferida

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Dream On... Dream until your dream comes true!!!

2010, quando começou, parecia que seria diferente do que está sendo... Não sei se eu esperei demais ou se 2009 foi realmente o meu ano, mas já estou no fim do ano e eu enxergava um futuro bem mais cor de rosa do que ele está sendo...
Aí, claro, tudo mudou. Sei lá eu exatamente quando, e muito menos porque, mas mudou... E muito rápido.
Eu vivi a confusão e nela ainda vivo...
Eu ainda não entendo e ainda dói mais do que eu demonstro, mas agora eu olho para frente...
Eu lembrei que sei buscar as possibilidades do amanhã, mesmo sabendo que, talvez, esse amanhã que eu tanto sonho esteja mais longe do que eu imagino...
Porque a verdade é que, desde que eu me dou por gente, eu tenho sonhos...
Sonhos de futuros brilhantes, de histórias de sucesso, de príncipes encantados e carreiras bem sucedidas...
Sonhos possíveis e sonhos impossíveis, sonhos plausíveis e sonhos que não fazem sentido.
Sonhos próprios, vindos de todos os cantos da mente e do coração ou sonhos emprestados, que nunca foram realmente meus...
Sonhos de vitórias solitárias, sonhos de vitórias coletivos, sonhos...
(não posso desistir de sonhar, porque descobri que sem sonhos eu não sou eu mesma... Os sonhos fazem parte de mim, para melhor ou para pior)
Eu sonhei, eu lutei, eu perdi... Várias e várias vezes esse processo aconteceu na minha vida e em todas as vezes eu caí e não achei que pudesse me levantar pra ser a mesma pessoa que era antes... Felizmente, a vida mostrou que eu estava errada sempre...
Quando eu senti a perda de uma pessoa essencial, que era parte da minha vida de uma forma inexplicável e de repente não era mais;
Quando eu senti a perda de um futuro que eu achava ser certo e tive que questionar minhas próprias escolhas e capacidades;
Quando eu joguei tudo pro alto pra viver uma vida que não era minha, sedenta por mudanças, e acabei caindo mais rápido do que imaginava ser possível...
Foram grandes decepções, grandes dores e grandes promessas de que a partir daquele momento, tudo seria diferente... Eu seria diferente e não passaria por aquilo outra vez...
Engano meu, eu sei agora... Pode não ser a forma mais fácil de viver, mas é a forma que eu sei viver...
Eu venci, mesmo sem acreditar que eu venceria e, por isso mesmo, continuarei lutando com unhas e dentes...
E sonhando, cada vez mais, até o dia em que todos eles, sem exceção, tenham se tornado realidade, nem que por apenas uma fração de segundo...

(ouvindo Aerosmith - Dream On)